CPMI da JBS é composta por um terço de deputados investigados no Supremo

13/09/2017 11:28
Fabio Rodrigues Pozzebom
CPMI da JBS é composta por um terço de deputados investigados no Supremo

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das empresas JBS e J&F, que começou os trabalhos no início da tarde desta terça-feira, já tem pelo menos um terço de seus integrantes indicados pelos partidos respondendo a inquéritos ou ações penais no Supremo Tribunal Federal. Após o início da reunião, o senador Otto Alencar renunciou à vaga e se retirou do plenário após chamar o relator Carlos Marun de “testa de ferro” do presidente Michel Temer. Mais cedo, o senador Ricardo Ferraço também tinha renunciado à vaga de titular do seu grupo partidário depois da escolha de Marun para a relatoria.

 

LEIA MAIS SOBRE

VEJA MAIS NOTÍCIAS

VER MAIS +